domingo, 23 de junho de 2013

Cadeia para os bandidos infiltrados nas manifestações

O Brasil começa mais uma semana com várias manifestações de rua anunciadas. Saudavelmente sem comando, sem partidos, autenticamente populares, os manifestantes só não conseguiram se livrar dos bandidos (chamados carinhosamente por alguns de “radicais”) que se infiltram no movimento e acabam destruindo e saqueando lojas, monumentos, prédios públicos.

Sabemos que quando a polícia quer, prende. Sabemos também que, por razões que merecem ser apuradas, as polícias não estão se empenhando em prender e mandar julgar esses marginais, passando a impressão de que querem ver o circo pegar fogo.

Afinal, de vez em quando uma ou outra voz pede golpe de estado. Os golpistas não se conformam que uma sociedade democrática funcione normalmente e acham que só a ditadura, torturando e matando, pode resolver as mazelas do país.

Prender bandidos é uma obrigação da polícia. Mandar a polícia prender é uma obrigação da presidente da República e dos governadores.

Hoje nos jornais os intelectualóides masturbam teorias sobre o rumo desse movimento de rua, causas, consequências. Ora, está claro que enquanto mensaleiros estiverem soltos, Renan estiver na presidência do senado, a inflação subindo, enfim, o “monstro” das ruas só vai sossegar quando começar a perceber mudanças reais, palpáveis, de fato. Palavras? As ruas já estão de saco cheio.

P.S. - Estréia quarta-feira, dia 3 de julho. Clique e assista:http://www.youtube.com/watch?v=1KI9v0vnBQA