quarta-feira, 19 de junho de 2013

Indignação dispensa explicação

Av. Rio Branco, 1968

Sociólogos, antropólogos, psicólogos sociais, cientistas políticos buscam desesperadamente explicações para as manifestações nas ruas de todo o Brasil. Não vão encontrar porque a indignação é um sentimento que dispensa explicações. Uma revolta que se acumula durante anos e mais anos, sob o estranho silêncio do povo. Agora, por conta da trilhardária Copa das Confederações e com a desculpa de 20 centavos nas passagens de ônibus o povo foi para a rua. Por que?

- A população está indignada com o escândalo do mensalão e agora desabafa nas ruas.

- Proposta de Emenda Constitucional 37 (PEC 37) que limita a ação do Ministério Público, para a alegria dos ladravazes.

- Roubalheira ampla, geral e irrestrita em todos os escalões do governo.

- Inflação real, a que sentimos na pele, faz a inflação oficial parecer deboche. Aumento da gasolina, dos alimentos, dos serviços.

- A arrogância de Zé Dirceu, Genuíno e outros mensaleiros ditando regras.

- Partidos políticos assumiram a condição de banca de negócios.

- Falta de lideranças íntegras, honestas éticas.

- ........................................................ (preencha você mesmo)


Há explicação para um desabafo coletivo? Claro que não. Se o Brasil não mudar urgentemente, o “monstro” (foto) de Elio Gaspari vai pegar.