terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Amanhã, dia 31, ao meio dia, edição especialíssima do programa Ronca Ronca com raridades de Bob Dylan


                                
                                                                            
                                                                               
                                                                                


É amanhã, dia 31, a partir do meio dia. O cultuado programa RoNca RoNca, de Mauricio Valladares, vai apresentar uma edição mais do que especial.
Mostrará a recém-lançada e mitológica caixa com seis CDs chamada "The Basement Tapes / Bob Dylan & The Band". Gravações piratas, tornadas oficiais, de ensaios do The Band interpretando Bob Dylan.

Vale à pena você marcar na agenda, preparar o computador, tablet ou smartphone porque 2014 vai terminar em grande estilo. O programa estará no ar para todo o planeta em www.roncaronca.com.br

Para falar sobre o assunto, Maurício convidou o historiador Eduardo Bueno, o Peninha, autor de vários e consagrados livros de história, que ajudou na tradução da autobiografia de Dylan “Crônicas Volume I”, que saiu no Brasil em 2005.

 Mauricio postou no site do RoNca RoNca essa mensagem:

mas que final de 2014, hein?

caramba, por acaso (ou não), o roNca roNca galgará parâmetros inoxidáveis…


sinceramente? você pode odiar bob dylan mas o #108 está imperdível… i repeat: IMPERDÍVEL.

a visita de eduardo “peninha” bueno gerou um maremoto de informação, bom humor, desorientação e Música

acho que esse preseNte saideira é coisa de alguém lá em cima… sério.

não tenho dúvida: o #108 está, tranquilamente, no TOP10 de todos os nossos programas.

casca… muito casca!

lembrando: aos primeiros minutos de  2015, o roNca roNca será acessado, exclusivamente, aqui pelo poleiro.

ano novo… casa própria!
( :
Bueno é fã ardoroso de Bob Dylan, assistiu a mais de 70 show do bardo no Brasil e em todo o planeta, foi a casa dele nos Estados Unidos, tornou-se amigo, e numa das vezes que o músico esteve no Brasil (em 1991) resolveu vagar pelas ruas de São Paulo e Porto Alegre de madrugada observando mendigos e a fauna como um todo. Eduardo Bueno foi com ele e vai contar em detalhes tudo o que a aconteceu e, óbvio, a vida de Bob Dylan no Ronca Ronca.

Mauricio conversou conosco sobre o programa de amanhã.

 - O que é exatamente a caixa "The Basement Tapes - Bob Dylan & The Band?

Mauricio Valladares -  É a totalidade do material gravado por Dylan com The Band, em 1967, em Woodstock …  local onde eles moravam.

 - Qual é a sua relação com a obra de Dylan? Como e quando conheceu, que discos considera os melhores, qual show mais te impressionou?

M.V. - No sentido de conhecer mesmo, mesmo que não tenha sido com a importância merecida, foi por volta de 66 com o disco "Highway 61 Revisited", de 65. Dylan pra mim era diferente de tudo. Desde a voz até a sonoridade daquele período eletrificado… parecia ser algo totalmente desconectado da realidade da época.

Discos importantes são vários além do citado - "Nashville Skyline", "Blonde on Blonde", "Oh Mercy", "Freewheelin'", todos os mais recentes, "Planet Waves"… tive a sorte de já ter visto seis shows dele (quatro no Brasil e dois em Londres) o que mais me marcou foi o mais recente, em abril de 2012, no Rio de Janeiro.

 - Como você explica o fato de Bob Dylan estar na vida de tanta gente. É citado tanto na biografia dos Beatles como influenciou dezenas de outros artistas. Que magia é essa?

M.V. - É o poder de conseguir mesmo que seja um espacinho no coração das pessoas… e ficar, não sair mais. Tem a ver com um talento totalmente original de dizer as coisas, de se expressar como só ele… mesmo que não diga nada! hahaha!.

- No programa você vai entrevistar o historiador Eduardo Bueno, o Peninha, que auxiliou na tradução da autobiografia de Dylan "Crônicas, Volume II". O que mais te impressionou nas declarações do Eduardo Bueno?

M.V.  - Bueno talvez seja o maior conhecedor de Dylan no brasil. Esteve com ele em algumas oportunidades e mergulhou profundamente em toda sua obra.  Portanto, todas as informações ditas são fundamentais para quem se interessa por Dylan.
-  Além de ouvirem, os ouvintes vão poder fazer download da entrevista?

M.V. – Sim.