quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Vitrine: sugestões de Livros, CDs e DVDs



Livro: Histórias íntimas - sexualidade e erotismo na História do Brasil - Mary Del Priore
                                                      


Quando o Brasil se chamava Terra de Santa Cruz, as mulheres tinham de se enfear e os homens precisavam dormir de lado, nunca de costas, porque “a concentração de calor na região lombar“ excitava os órgãos sexuais.

E nos momentos a dois – geralmente no meio do mato, e não em casa, porque chave era artigo de luxo e não era possível trancar as portas aos olhares e ouvidos curiosos –, as mulheres levantavam as saias e os homens abaixavam as calças e ceroulas. Tirar a roupa era proibido. E beijar na boca? Bem... sem pasta e escova de dentes, difícil.

Mas como o proibido aguça a vontade, a instituição que mais repreendia os afoitos, ironicamente, acabou se tornando o templo da perdição. Onde mais as pessoas poderiam se encontrar, trocar risos e galanteios e até ter relações sexuais, sem despertar suspeitas, se não no escurinho... das igrejas?

Casos saborosos como esses são narrados por uma das maiores historiadoras do país, Mary del Priore. Em “Histórias Íntimas...”, ela mostra como a sexualidade e a noção de intimidade foram mudando ao longo do tempo, influenciadas por questões políticas, econômicas e culturais, passando de um assunto a ser evitado a todo custo para um dos mais comentados nos dias de hoje.

Editora Planeta do Brasil - 254 páginas
                                                      

Livro: Tudo ou nada: Eike Batista e a verdadeira história do Grupo X - Malu Gaspar                                                       


“Tudo ou nada” é o resultado de uma impressionante pesquisa sobre Eike Batista e sua trajetória meteórica (e não sem alguns tombos no caminho) desde o início dos anos 1980 até a queda brutal em 2012/13.

Malu Gaspar, experiente editora da Veja, especialista do setor energético, pesquisou fontes inéditas, levantou documentos jamais vistos e ouviu pessoas fundamentais – amigos, ex-amigos, colaboradores, ex-colaboradores, admiradores e adversários – que nunca antes haviam falado a respeito e que revelam tramas que montam novo, amplo e complexo quebra-cabeça para se compreender não só o caminho de uma empresa como também a cabeça de um homem singular.

Escrita como thriller, com linguagem destinada ao cinema, essa reportagem brilhante também é retrato poderoso do Brasil – dos escolhidos do Brasil – nos últimos 15 anos, fotografia precisa de como público e privado podem se embaralhar perigosamente a serviço de interesses político-econômicos pessoais.

Editora Record – 546 páginas.


Livro: As piores decisões da história – e as pessoas que as tomaram - Stephen Weir

                                                    
 


Um guia com os maiores equívocos da humanidade, desde o momento em que Eva resolveu morder a maçã até o acidente em Chernobyl.
“Aqueles que não conseguem lembrar o passado estão condenados a repeti-lo.” - George Santayana, filósofo e escritor.

A história está repleta de erros memoráveis. Muitos foram cometidos por pessoas bem-intencionadas que simplesmente tomaram decisões equivocadas e acabaram sendo responsáveis por grandes tragédias.

Outros, gerados por indivíduos motivados por ganância e poder, resultaram de escolhas egoístas e provocaram catástrofes igualmente terríveis. Partindo da antiguidade e chegando até os tempos modernos, Stephen Weir analisa grandes desastres da história, mostrando os erros que estão por trás de cada um deles e o impacto que deixaram no mundo em que vivemos hoje.

Editora Sextante – 256 páginas
                                                    

                                   CD: Titãs – Nheengatu
                                                   


Com 32 anos de carreira o Titãs dá uma guinada de 180 graus e parte com fome, violência e paixão para dentro do rock autêntico. O disco é um clássico da ousadia, da coragem, em tempos de música fácil, vadia, quase vagabunda imperando no mercado.

O álbum “Nheengatu” traz 14 faixas, sendo 13 inéditas e uma regravação da canção "Canalha" de Walter Franco. Produzido por Rafael Ramos, o CD mostra o grupo de volta às suas origens do rock consistente, banhado de microfonia, verborragia, porrada. Se você foi recentemente a algum show do grupo, com certeza já ouviu "Fardado" e "Mensageiro da Desgraça", faixas que abrem o disco.

As músicas falam de temas polêmicos como o preconceito racial e sexual, pedofilia, drogas, a falência de instituições e a alienação da população, remetendo a outro emblemático álbum da banda, “Cabeça Dinossauro.”
                                                      

                           CD: Pink Floyd – The Endless River
                               

O até então inimaginável disco inédito do Pink Floyd, chega aos ouvidos do mundo inteiro após 20 anos aguardando para ser lançado. “The Endless River” é o décimo quinto álbum da banda – e o último de estúdio - que fecha um ciclo iniciado no ano de 1965 por Syd Barrett, em Cambridge na Inglaterra.
O projeto é baseado em sessões excluídas do álbum anterior, “The Division Bell”, de 1994, e em músicas de shows daquela época com a formação que contava com David Gilmour, Nick Mason e Richard Wright, tecladista morto de câncer em 2008, para quem o trabalho é dedicado. Wright foi o co-autor de 12 das 18 faixas do novo álbum.
Assim como nos últimos dois trabalhos, o disco não conta com a participação de Roger Waters, que saiu da banda em 1985. Com isso, Guy Pratt foi convidado para assumir o baixo e Polly Samson, mulher de David Gilmour, participou da composição da única letra do disco. A produção foi assinada por Gilmour, Martin Glover, Andy Jackson e Phil Manzanera.
Fruto de um dos maiores representantes do rock progressivo, “The Endless River” apresenta faixas majoritariamente instrumentais, herméticas, belas. A exceção fica com “Louder Than Words”, música que de certo modo celebra a relação entre os integrantes remanescentes da banda e a trajetória do Pink Floyd.
“A soma das nossas partes / A batida de nossos corações / É mais alto que palavras”, canta Gilmour. Entre as participações, destacam-se os vocais do físico Stephen Hawking em “Talkin’ Hawkin’” e a colaboração do quarteto de cordas elétricas britânico Escala, em “Louder Than Words”.
                                                  

                  CD + DVD Rush - Retrospective 3 (1989/2007)
                                                    


"Dreamline", "Nobody's Hero" e " Leave That Thing Alone" são alguns dos destaques do álbum Retrospective 3, do grupo Rush. São 14 faixas fantásticas selecionadas dos álbuns lançados pelo trio ao longo das últimas duas décadas. Traz também uma versão inédita do clássico "Ghost of a Chance", gravada ao vivo em Atlanta durante o turnê "Snakes & Arrows Tour" assim como duas faixas, "One Little Victory" e "Earthshine", recentemente remixadas por Alex Lifeson (da banda) e pelo engenheiro Richard Chycki.
Apresenta ainda um DVD com 10 vídeos, versões ao vivo e raras aparições na TV.

                                               
            DVD: Box Deep Purple - Around the World: Live (4DVDs)
                                                  


Este impressionante DVD apresenta três shows completos do Deep Purple, imagens de uma quarta apresentação, entrevistas com os membros da banda e um novo documentário sobre a história do grupo, desde a formação até os dias de hoje. Ênfase na era Steve Morse, mega guitarrista que substituiu Ritchie Blackmore.                                                     


                    DVD: California Dreamin' – The Mamas & Papas
                                                          

Finalmente pousou no Brasil o documentário mais cultuado sobre o movimento pré-hippie, que teve como trilha sonora vários grandes nomes da música, entre eles o revolucionário The Mamas & Papas. O filme conta, em detalhes, a curta e brilhante carreira do grupo (1965-1972), que conquistou o mundo à bordo do filme sobre o festival Monterey Pop, de 1967.
Vários depoimentos de pessoas que viveram o The Mamas & The Papas, outros artistas, cenas inéditas. Todos os integrantes do grupo já morreram. Só restou Michelle Phillips.