segunda-feira, 2 de março de 2015

Na TV, a série definitiva sobre a história do rock brasileiro

                               "Muito tempo eu andei contra o vento mas agora é hora de mudar..."                                                                            
         Darcy Bürger
     Isabela Saboia
                       Danielle Immendorff
                             Fernanda Flores
     Juliana Torres                                                   

                                                                      


Chama-se “A Trilha do Rock no Brasil” a série definitiva que vai contar toda a história do rock brasileiro, dos anos 1950 até hoje. Vão ser 13 episódios com exibição no Canal Brasil. Produzida pela B2 Filmes*, a série é dirigida por Darcy Bürger, com argumento e roteiros meus.

As gravações já começaram e a cada dia ficamos mais empolgados com as entrevistas dos convidados. A previsão é que, pelo menos, 60 pessoas diretamente ligadas a música, de diversos segmentos, sejam ouvidas pelo programa.

Há muito tempo o rock brasileiro merecia ter a sua história contada em profundidade na TV, através de pessoas, músicas e imagens que mudaram o país. Afinal, aquela música norte-americana que desembarcou aqui em 1955, a bordo do filme norte-americano “Semente das Violência”, dirigido por Richard Brooks, no mesmo ano ganharia a sua primeira gravação (ironicamente feita pela diva do samba canção, Nora Ney) de “Rock Around The Clock”, que foi sucesso nacional.

O filme começava com a trilha de Bill Halley and His Comets tocando “Rock Around...” e todo mundo, no Rio, São Paulo, Minas, Rio Grande do Sul, levantava das cadeiras e partia para a dança nas salas de exibição, no meio da escuridão. A moda pegou, os cinemas foram tomados por hordas de aficionados por aquela nova música elétrica e de ritmo febril, o tal do rock and roll. Alguns mais exaltados partiram para o quebra-quebra e os moralistas de plantão pediram até que o rock fosse banido das rádios. Em Brasília havia preocupação.

“A Trilha do Rock no Brasil” sai de 1955, entra nos anos 1960 com o rock dos bailes e a Jovem Guarda, mergulha no Tropicalismo dos anos 60, no o AI-5, o rock progressivo dos anos 1970, a explosão do Rock Brasil nos 1980 e, numa narrativa muito bem costurada, chega até os dias de hoje. Além de entrevistas, muitas imagens raras, algumas exclusivas, fotos, ícones de época, enfim, um filme de rock com uma linguagem nova, intensa e muito ágil. Vale à pena esperar.

Equipe B2 Filmes:

Direção: Darcy Bürger

Assistência de Direção: Isabela Saboia

Argumento/roteiro: Luiz Antonio Mello

Produção: Danielle Immendorff

Assistente de produção: Fernanda Flores

Direção de Fotografia: Rodrigo Sampaio

Operador de Câmera: Rudá Capriles

Assistente de câmera: Ricardo Canário

Som Direto: Guilherme Lage

Still: Juliana Torres

* Fundada por Darcy Bürger em 2008, a B2 Filmes atua em diversos segmentos do setor audiovisual, como a produção de documentários, programas de TV, DVDs Musicais e filmes publicitários.

Entre seus principais projetos destacam-se as séries "100 Anos de Samba", sobre a história do gênero no Brasil; "MPBambas", apresentada por Tárik de Souza; "O Som do Vinil", apresentada por Charles Gavin; "Compositores Unidos", apresentada por Jorge Vercillo e Dudu Falcão; e a série "Clara", sobre a vida e obra da cantora Clara Nunes, todas elas exibidas no Canal Brasil. Contamos com profissionais fixos e terceirizados, que atuam desde a pré-produção até a finalização dos produtos. Nossa infraestrutura é ampla e inclui ilhas de edição e finalização, além de equipamentos próprios de filmagem.

A B2 tem uma parceria de sucesso com três grandes produtoras do Rio de Janeiro: Carioca Filmes, MMR Produções e Vitória Régia Produções. Seus sócios têm a possibilidade de trabalhar em conjunto de forma estratégica para garantir resultados de qualidade.