sábado, 11 de abril de 2015

Série de TV “A Trilha do Rock no Brasil”. Tema empolga todo mundo

    Darcy Burger                                                                
    
    Robertinho do Recife, Ney Matogrosso, Renato Barros (Renato & seus Blues Caps) e Zeca Baleiro
     
    Rodrigo Sampaio, Paulo Miklos (Titãs), Fernanda Flores e Isabela Saboia
                                                                   
                       Danielle Immendorff  
    Paulo Ricardo
    Wanderlea
     Ronnie Von                                                                      
    Cauby Peixoto                
                                                                     
    Lobão                                                                                  
Já são mais de 30 entrevistados para a série “A Trilha do Rock no Brasil”, que em breve vai entrar em fase de edição. Os 13 episódios vão ao ar no Canal Brasil, com direção de Darcy Bürger. A produção é da B2 Filmes, do Rio.
Com argumento e roteiro meus, a série vai contar a história do rock brasileiro de 1955 até hoje, mas é impressionante a empolgação das pessoas envolvidas, direta e indiretamente com o projeto.

Dá para perceber que os entrevistados (músicos, cantores, jornalistas, produtores, pesquisadores, escritores etc) estão muito dispostos a falar da situação da música, da cultura no Brasil, das crises e, logicamente, do nosso rock o que, obviamente, tem sido ótimo para o enriquecimento da série.
No Rio tenho feito as entrevistas e nas últimas duas semanas a Assistente de Direção Isabela Saboia e a Produtora Fernanda Flores estiveram em Porto Alegre e São Paulo, dando uma geral na cena rock de lá. Logo, elas irão para Belo Horizonte mostrando o quanto é rica a história do rock aqui no Brasil.

Uma história que começou em 1955 quando a cantora de samba canção Nora Ney gravou “Rock Around The Clock” e, um ano e pouco depois, Cauby Peixoto gravou o primeiro rock em português, composto por Miguel Gustavo, e que se chamou “Rock and Roll em Copacabana”.

Muita história, muita emoção e a certeza de que a série está sendo feita com muito profissionalismo, determinação e, é logico, rock and roll.

Equipe B2 Filmes:

Direção: Darcy Bürger

Assistência de Direção: Isabela Saboia

Argumento/roteiro: Luiz Antonio Mello

Produção: Danielle Immendorff

Assistente de produção: Fernanda Flores

Direção de Fotografia: Rodrigo Sampaio

Operador de Câmera: Rudá Capriles 

Assistente de câmera: Ricardo Canário

Som Direto: Guilherme Lage

Still: Juliana Torres