segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

A casa caiu?

                                      Caças inglêses Spitfire
Tentei me enganar ao trepar no otimismo pueril e enfrentar o duro noticiário de hoje (e também de ontem, anteontem, antes de anteontem...) que prova o que, jocosamente (ah, a minha alma de escoteiro mirim...), tinha razão quando escrevi um dia desses “o Brasil é o único lugar no mundo onde fundo do poço tem subsolo”. O noticiário mostra que a é fato, ou “é vero”, diriam os promotores da Operação Mãos Limpas na Itália. Wikipédia:

 “Operação Mãos Limpas ou Mani pulite foi uma investigação judicial de grande envergadura na Itália, tendo início em Milão, que visava esclarecer casos de corrupção durante a década de 1990, na sequência do escândalo do Banco Ambrosiano em 1982, que implicava a Mafia, o Banco do Vaticano e a loja maçônica P2.

A Operação Mãos Limpas levou ao fim da chamada Primeira República Italiana e ao desaparecimento de muitos partidos políticos. Alguns políticos e industriais cometeram suicídio quando os seus crimes foram descobertos.”

Sempre admirei o trabalho de um colega, o Lauro Jardim, que atualmente está no Globo. Profissional de primeira linha que no início da noite escreveu este curto e seco tapa no Globo Online:

Resumo da ópera

O resumo que pode ser feito a partir da Operação Acarajé é: a casa está caindo.

Claro que você que lê já sabia, eu também, o vizinho, o zelador, o gari, todo mundo sabia que a casa iria cair. Mas, quando chega a hora, dá uma vertigem.
Fui resolver uma cordilheira de assuntos em minha “medialópole” e para gastar estresse optei por caminhar. Sozinho. Sozinho a gente faz do pensamento um jogo de squash, mas não havia alternativa.

Andei horas por calçadas esburacadas, asfalto mole de calor. Suei. Parei em bancas de jornais na fétida avenida principal do centro da cidade onde dois caras falavam, falavam, falavam de algo que, em suma, resumo da ópera, era aquilo mesmo: a casa caiu. 
Como os dois estavam de terno, deduzi que fossem advogados já que a banca fica perto da sede da OAB de Niterói, a “medialópole” em questão.

OK, Lauro Jardim. Você tem razão. A casa vai cair mesmo. Sorte que assisti na madrugada de ontem ao clássico “Batalha Britânica”, de 1969, filmaço sobre o dia em que a Alemanha nazista gritou “perdeu, playboy!” para Winston Churchil, entupiu o céu de Londres de aviões bombardeiros e ...pasmem. Os ágeis e tensos caças Spitfire da Real Força Aérea Britânica, azougues alucinados, derrubaram as centenas de bombadeiros alemães.

A casa caiu. Para eles. Espero que aqui também caia. Para eles. Preciso dizer quem são eles?

Ou não?