segunda-feira, 23 de maio de 2016

The Who, a única super banda que ainda não pisou no Brasil

The Who é a única grande banda de rock interplanetária que jamais pôs os pés na América Latina. Se for confirmada a sua vinda ao Brasil, ano que vem, será histórica. Afinal, desde 2015, a banda está em sua turnê mundial de despedida e vai pendurar as guitarras após 52 anos de estrada.

A banda foi criada por Roger Daltrey, um adolescente rebelde da área de Sheperd's Bush (região metropolitana de Londres) onde moravam também Pete Townshend e John Entwistle. Em 1964, o brigão Daltrey arranjou um pedaço de madeira, fez uma guitarra e criou a banda The Detours. Por causa das constantes brigas, foi expulso do colégio e se tornou metalúrgico.

Nesta época o Detours tinha Roger na primeira guitarra, Pete Townshend na segunda, John Entwistle no baixo, Doug Sandom na bateria e Colin Dawson nos vocais. Depois que Dawson deixou o grupo, Daltrey assumiu os vocais e Townshend passou para a guitarra base.

No princípio Daltrey era o líder da banda, ganhando a reputação de exercer a porrada a liderança, apesar de baixinho. Era ele quem geralmente selecionava as músicas a serem apresentadas, incluindo canções dos Beatles, de artistas da MotownJames Brown e alguns clássicos do rock. Em 1964 ele também decidiu na escolha de um novo nome para o grupo, nome este sugerido por Richard Barnes, colega de quarto de Townshend: "The Who".

Em 1965, The Who assinou o primeiro contrato e gravou “My Generation”. Daltrey decidiu largar a guitarra e a liderança, que passou a Pete Townshend. De lá para cá, só sucessos. The Who se afirmou como uma das mais potentes, viscerais e criativas bandas da história do rock. Townshend compôs a mini ópera “A Quick One” (1966), emendou com outro álbum temático chamado “Sell Out” (1967). Na sequência, só rajada pesada: “Tommy” (1969); “Live at Leeds” (1970); “Who's Next” (1971); “Quadrophenia” (1973), etc.

A banda sofreu dois grandes baques, as mortes do baterista Keiith Moon (31 anos) de overdose e a do baixista John Entwistle (58) em 2002 de ataque cardíaco provocado por cocaína. Moon e Entwistle eram considerados os melhores da história do rock.

Se vier, o Brasil verá um show espetacular onde a banda toca todos os clássicos, de todas as fases. Destaques para as presenças do baixista Pino Palladino e do baterista Zak Starkey. Filho de Ringo Starr, Zak era afilhado de Keith Moon e quando fez 11 anos ganhou uma bateria de presente do padrinho.

Que venha o Who!