sábado, 28 de maio de 2016

Todo dia é dia de livro

Clarice na cabeceira - contos

Versão para Kindle, tablet, smartphone: R$ 17,85 – aqui:


Clarice na cabeceira, organizado pela doutora em Letras Teresa Montero, é uma bem escolhida amostra de instantes de beleza retirados das obras de Clarice Lispector e apontados por 22 integrantes da legião de fãs da escritora.

E não se trata de quaisquer fãs. Luis Fernando Verissimo, Fernanda Torres, Affonso Romano de Sant’Anna, Rubem Fonseca, José Castello, Maria Bethânia e Luiz Fernando Carvalho são algumas das personalidades que compõem o time estelar de colaboradores do livro.

A seleção afetiva realizada por esses escritores, atrizes, cineastas, cantoras, jornalistas e críticos literários reúne textos de cada um dos livros de contos de Clarice: Laços de família (1960), A legião estrangeira (1964), Felicidade clandestina (1971), A via crucis do corpo (1974), Onde estivestes de noite (1974) e A bela e a fera (1979).

Junto a cada um desses 22 contos que compõem Clarice na cabeceira, cada um dos leitores convidados compartilha a experiência de ter Clarice Lispector em suas vidas, seja por ter convivido com ela em algum momento, seja apenas por meio de seus livros. Em ambos os casos, a presença da escritora se faz marcante.


Náufragos, traficantes e degredados: As primeiras expedições ao Brasil - EDIÇÃO REVISTA E AMPLIADA  - Eduardo Bueno



Versão para Kindle, tablet, smartphone: R$ 18,99. Aqui 


Os anos mais desconhecidos da história do Brasil são justamente aqueles que se estendem da descoberta de Cabral, em abril de 1500, à expedição de Martim Afonso de Sousa, em 1531.

Repletas de drama, ação e aventura, essas três décadas não são apenas as mais misteriosas, mas também as mais intensas e movimentadas. Tudo isso graças aos incríveis personagens que acabaram definindo os rumos da colônia: os náufragos, traficantes e degredados.

A partir de diários de bordo, narrativas de viagem e fragmentos de cartas, este livro busca resgatar a trajetória pessoal desses homens de reputação sombria e origem enigmática, à margem da história oficial.

Embora tenham vivido além dos limites, além da lei e aquém da ética, eles foram os primeiros brasileiros – no sentido literal da palavra. Passados 500 anos, é chegada a hora de náufragos, traficantes e degredados recuperarem o papel que desempenharam na construção do Brasil, ao conseguirem se aliar aos índios e conquistar poder político, intermediando o comércio com potências europeias.

Este é o segundo volume da coleção Brasilis, que alcançou a marca de 1 milhão de exemplares vendidos e inaugurou um estilo leve, crítico e divertido de contar a história de nosso país.

Viver vale a pena – Ivo Pitanguy

Versão para Kindle, tablet, smartphone: R$ 9,49. Aqui:


A autobiografia de um dos cirurgiões plásticos mais importantes do mundo

Conheço a morte. Durante toda a vida eu a vi agir. Ela não me apavora. Renunciar à alegria da vida será mais difícil – Ivo Pitanguy

Filho de um casal que cultivava os valores humanistas, Ivo saiu de Belo Horizonte para o Rio de Janeiro e ganhou o mundo. Elevou a cirurgia plástica, considerada antigamente uma especialidade médica menor, a ramo nobre da medicina. Transformou o Brasil em polo de excelência e ensinamento de técnicas criadas por ele próprio ao longo de cinco décadas.

Criou um centro de estudos para a transmissão de conhecimento, que já formou centenas de profissionais de todos os continentes. Montou uma enfermaria para o atendimento da população comum que beneficia centenas de pessoas por ano. Foi agraciado com os mais importantes prêmios, honrarias e condecorações que alguém pode ter. Chefes de Estado, artistas, políticos, reis e rainhas já se submeteram às suas mãos, consideradas mágicas.

Aos 90 anos, Pitanguy continua trabalhando na 38a Enfermaria da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro e em sua clínica, em Botafogo. Bem-disposto, alegre e bem-humorado, viaja frequentemente ao exterior para congressos e homenagens, passa os fins de semana em sua ilha ou na casa na serra e tem a agenda intensa de atividades com a família e os amigos.

Este livro conta como uma aspiração tomou uma dimensão tão grande e transformou tantas vidas. Em uma biografia cheia de humor e descontração, Ivo nos conta seus percalços e obstáculos, além de momentos mais marcantes e afetivos.

Sobre o autor: 
Ivo Pitanguy nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, e trabalhou a vida inteira pela difusão da cirurgia plástica no mundo. Graças às suas realizações, o Brasil é hoje reconhecido como polo de formação e de excelência nesta especialidade médica.

Ganhou inúmeros prêmios, homenagens e condecorações e ainda dá aulas e conferências a convite de universidades e instituições internacionais. Vive no Rio de Janeiro com sua esposa, Marilu, e passa os fins de semana em sua ilha, em Angra dos Reis. Tem quatro filhos e cinco netos.

A Caderneta Vermelha – Antoine Laurain

Versão para Kindle, tablet, smartphone: R$ 22,70. Aqui:


Caminhando pelas ruas de Paris em uma manhã tranquila, o livreiro Laurent Letellier encontra uma bolsa feminina abandonada. Não há nada em seu interior que indique a quem ela pertence — nenhum documento, endereço, celular ou informações de contato.

A bolsa contém, no entanto, uma série de outros objetos. Entre eles, uma curiosa caderneta vermelha repleta de anotações, ideias e pensamentos que revelam a Laurent uma pessoa que ele certamente adoraria conhecer.

Decidido a encontrar a dona da bolsa, mas tendo à sua disposição pouquíssimas pistas que possam ajudá-lo, Laurent se vê diante de um dilema: como encontrar uma mulher, cujo nome ele desconhece, em uma cidade de milhões de habitantes?