sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Livros da semana - 17

Livrarias pesquisadas:

Amazon – www.amazon.com.br
Travessa – www.travessa.com.br
Estante Virtual - www.estantevirtual.com.br
Saraiva - www.saraiva.com.br

Caixão Fechado
A Nova Aventura do Detetive Poirot
Sophie Hannah
272 páginas
No ano do centenário do detetive Hercule Poirot, a autora best-seller do The New York Times Sophie Hannah lança mais uma obra inspirada na genialidade de Agatha Christie, a escritora que mais vendeu livros na história da literatura.
Depois do sucesso de Os crimes do monograma, lançado em 2014 e publicado no Brasil pela HarperCollins, chega agora às livrarias Caixão fechado, a segunda publicação inspirada na Rainha do Crime e autorizada pelos herdeiros de Agatha.
Dessa vez, Poirot enfrenta um mistério diabólico, mergulhado em uma atmosfera sombria e cheia de suspense e perigo. Segundo Hilary Strong, presidente da Agatha Christie Ltd, “a publicação de Os crimes do monograma abriu um novo público para o trabalho de Christie. E Caixão fechado é mais uma peça chave da nossa estratégia para manter seu legado atual e vivo”.
Pablo Escobar: meu Pai
As Histórias que não Deveríamos Saber
Juan Pablo Escobar
480 páginas 
Até a publicação desta obra, acreditávamos que tudo já havia sido dito sobre Pablo Escobar, um dos piores criminosos da história da América Latina.Mas os muitos relatos disponíveis sobre ele foram contados por alguém de fora, nunca a partir da intimidade do lar.
Mais de vinte anos depois da morte do chefe do Cartel de Medellín, Juan Pablo Escobar viaja em direção a um passado que não escolheu a fim demostrar um lado inédito de seu pai, o homem capaz de chegar aos piores extremos de crueldade, ao mesmo tempo em que professava amor infinito por sua família.Este não é um livro de um filho que busca a redenção para seu pai, mas um relato estremecedor das consequências da violência.
                                                          
Meninos Em Fúria

Marcelo Rubens Paiva, Clemente Nascimento
248 páginas 
Março, 1983. Diante de uma plateia atônita, Clemente e sua banda, os Inocentes, começam a tocar acordes rápidos. Ariel, o vocalista, cai do palco e segue cantando com o microfone desligado. Clemente, no baixo, toma os vocais. Caos e confusão, um show que se tornaria um marco do rock brasileiro. 
Em 1982, Marcelo Rubens Paiva havia acabado de sofrer o acidente que o colocara numa cadeira de rodas. Conhece Clemente e as bandas punks e começa a escrever seu livro, Feliz ano velho. Um livro vibrante — que se lê como um romance, mas onde tudo é estritamente real — que fala não só do movimento punk e da sublevação da periferia, mas também da abertura política brasileira, da fúria e do desencanto dos anos 1980.
                                                      
O Melhor do Humor Brasileiro

456 páginas 
De relatos e poemas anônimos dos primórdios da nossa colonização aos grandes nomes do humor atual, este volume — com textos garimpados durante anos por Flávio Moreira da Costa — é um passeio delicioso e instrutivo pelo olhar brasileiro mais sardônico. 
Os textos (crônicas, contos, poemas, trechos espertos de peças teatrais e de romances) contam o acidentado percurso do riso em nossa literatura. Modalidade vista às vezes com algum preconceito pelos letrados mais circunspectos, o humor tem se mostrado uma das forças-motrizes mais vitais e revigorantes das letras brasileiras. Muito deboche e inteligência ao longo de mais de 500 anos.
                                                    
Ladrões de Bola

25 Anos de Corrupção no Futebol
Rodrigo Mattos
184 páginas
Em 2015, depois de três anos de trabalho, a Agência Federal de Investigação (FBI) e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos escancararam o jeitinho Fifa de se fazer negócios: dirigentes embolsavam dinheiro e cediam direitos de marketing e televisivos de campeonatos como a Copa América e a Copa Libertadores da América para quem lhes pagasse. O caso que abalou as estruturas da Fifa é narrado com detalhes em Ladrões de Bola.
O autor, Rodrigo Mattos, é jornalista esportivo, mantém um blog com reportagens diárias no UOL Esporte e já perfilou e entrevistou grande parte dos cartolas investigados. No livro, aborda o tema delicado de maneira quase didática, contribuindo para o entendimento da trama de corrupção.