sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Livros da Semana - edição 25

Livrarias pesquisadas:

Travessa – www.travessa.com.br
Blooks Niterói - www.blooks.com.br
Estante Virtual - www.estantevirtual.com.br
Amazon – www.amazon.com.br
Saraiva - www.saraiva.com.br
Enquanto houver champanhe, há esperança

Uma Biografia de Zózimo Barrozo Do Amaral

Joaquim Ferreira dos Santos

672 páginas

Por quase trinta anos, entre 1969 e 1997, a sociedade brasileira foi desnudada pela escrita espirituosa do jornalista Zózimo Barrozo do Amaral em sua coluna diária no Jornal do Brasil e depois em O Globo.

Muito além dos registros sociais, ele oferecia um noticiário que flertava com a economia, a política e o esporte (sua paixão), em um estilo elegante e sem qualquer cerimônia. Fez muitos amigos, ganhou uns poucos desafetos e chegou a ser preso duas vezes durante o regime militar.

Joaquim Ferreira dos Santos reconstitui toda a trajetória do colunista, desde sua infância, no bairro carioca do Jardim Botânico, passando por seu começo de carreira quase acidental no jornalismo, até conquistar uma coluna assinada no Jornal do Brasil, aos vinte e sete anos. Ao seguir a trilha aberta por pioneiros como Álvaro Americano, Jacinto de Thormes e Ibrahim Sued, ele fez escola.

Enquanto se tornava a mais respeitada grife do colunismo no país, Zózimo registrava nas páginas dos jornais as imensas mudanças ocorridas na elite carioca. As festas saíram dos salões dos grã-finos e instalaram-se em casas noturnas como o Regine’s e o Hippopotamus. A animação movida pelo champã ganhou aditivos como a cocaína. Ao mesmo tempo que retratava o agito social, Zózimo enfrentava os próprios demônios.

Viveu amores, momentos de turbulência familiar e sérias questões de saúde. Mas até o final foi um homem apaixonado pela vida, como ele gostava de dizer: “Enquanto houver champanhe, há esperança.”
A arte da Harley-Davidson

Dain Gingerelli

192 páginas

Este livro esgotou no Brasil rapidamente, mas o leitor pode encontrar usados em excelente estado na Estante Virtual, www.estantevirtual.com.br.

Para o fotógrafo David Blattel, cada sessão de fotos é uma obra de arte. Quando seus temas são as motocicletas da Harley-Davidson, verdadeiras peças de arte, o resultado é ótimo.

Dain Gingerelli, especialista em Harley-Davidson, contextualiza a história de cada motocicleta, além de descrever o perfil completo de cada uma. O resultado é uma obra única, informativa e ricamente ilustrada, que retrata com muito estilo mais de 100 anos de Harley Davidson e leva o leitor a uma viagem única à essência da marca e sua personalidade.
O homem mais inteligente da História

Augusto Cury

272 páginas

O homem mais inteligente da história é fruto de 15 anos de estudos e pesquisas. Considerado por Augusto Cury a obra mais importante de sua carreira, este é o primeiro volume de uma coleção que vai abalar nossas convicções e transformar nossa visão do personagem que julgávamos conhecer tão bem.

Psicólogo e pesquisador, Dr. Marco Polo desenvolveu uma teoria inédita sobre o funcionamento da mente e a gestão da emoção. Após sofrer uma terrível perda pessoal, ele vai a Jerusalém participar de um ciclo de conferências na ONU e é confrontado com uma pergunta surpreendente: Jesus sabia gerenciar a própria mente? Ateu convicto, Marco Polo responde que ciência e religião não se misturam. No entanto, instigado pelo tema, decide analisar a inteligência de Cristo à luz das ciências humanas. Ele esperava encontrar um homem simplório, com poucos recursos emocionais.

Mas ao mergulhar na inquietante biografia de Jesus presente no Livro de Lucas, suas crenças vão sendo pouco a pouco colocadas em xeque. Para empreender essa incrível jornada, Marco Polo vai contar com uma mesa-redonda composta por dois brilhantes teólogos, um renomado neurocirurgião e sua assistente, a psiquiatra Sofia. Juntos, eles irão decifrar os sentidos ocultos em um dos textos mais famosos do Novo Testamento.

Os debates são transmitidos via internet e cativam espectadores em todo o mundo – mas nem todos estão preparados para ver Jesus sob uma ótica tão revolucionária. Agora os intelectuais terão que lidar com seus próprios fantasmas emocionais e encarar perigos que jamais imaginaram enfrentar.

Augusto Cury é psiquiatra, cientista, pesquisador e escritor. Publicado em mais de 60 países, já vendeu, só no Brasil, 28 milhões de exemplares de seus livros, sendo considerado o autor brasileiro mais lido na atualidade. Entre seus sucessos estão Armadilhas da mente, O futuro da humanidade, A ditadura da beleza e a revolução das mulheres, Pais brilhantes, professores fascinantes, O código da inteligência, Nunca desista de seus sonhos, O vendedor de sonhos (Editora Planeta) e Ansiedade (Saraiva).
É autor da Teoria da Inteligência Multifocal, que trata do complexo processo de construção de pensamentos, dos papeis da memória e da formação do Eu.
A História da Guerra em 100 Batalhas

Um panorama impactante dos grandes conflitos armados da humanidade

Richard Overy

384 páginas
O historiador Richard Overy apresenta cem batalhas emblemáticas, extraídas de um período de quase 6 mil anos, e as descreve com riqueza de detalhes e ilustradas por mais de 150 imagens. Para isso, o autor delimitou aspectos que podem fazer a diferença em uma guerra: liderança, reviravoltas que alteram a expectativa preliminar, inovação, astúcia, coragem e até mesmo sorte.

Assim, em vez de ordenar cronologicamente os conflitos selecionados, organiza-os sob essas categorias temáticas, revelando conexões entre combates de diferentes séculos, liderados por grandes estrategistas e transcorridos em várias culturas.

Da Queda de Troia (em 1200 a.C., na região da atual Turquia) à Operação Tempestade no Deserto (em 1991, no Iraque), o conjunto leva à reflexão do quanto a natureza do combate armado mudou ao longo do tempo e nos mostra que alguns princípios não se modificaram, independentemente das inovações em tecnologia e organização ou das ideias que separam as épocas. Além de trazer um olhar analítico sobre o passado, o título possibilita ao leitor compreender as divergências que persistem entre diversas nações.
100 Anos de Música (Ebook)

Ana Flavia Miziara

"100 Anos de Música" é um livro indispensável para os amantes do melhor da música. O livro conta a história da música americana, desde o Ragtime, passando pelo Gospel, Spiritual, Church Music, Blues, Jazz, Country & Folk, Soul, chegando aos anos 50 até os anos 2000.

Através de uma narrativa leve e instigante, a autora vai pontuando a influência desses gêneros musicais na cena mundial, com minibiografias dos principais artistas e bandas de cada estilo.

Ana Flávia Miziara, reservou um capítulo em destaque para a cronologia de Elvis Presley, completa. Lançado em 1996 em formato cd-rom (software) interativo e mixed-mode, chega agora em livro digital, eBook, o best seller "100 Anos de Música", de Ana Flávia Miziara, com mais de 200 minibiografias do ragtime ao pop. a.

A Era do Ragtime: a Arte do Improviso b. O Ragtime Hoje i. Scott Joplin ii. Eubie Blake 2. A Era do Gospel a. Gospel, Spiritual e Church Music i. Mahalia Jackson a. A Era do Blues b. A Era do City Blues e Blueglass i. Alberta Hunter ii. B.B. King iii. Bessie Smith iv. King Oliver v. Leadbelly vi. Louis Armstrong vii. Muddy Waters viii. W.C. Handy a. A Era do Jazz b. Dixieland Jazz c. New York Jazz d. A Era do Boogie-Woogie e. A Era do Jazz Swing f. A Era do Bebop g. A Era do Cool Jazz h. Third Stream i. O Jazz dos Anos 60 j. O Jazz dos Anos 70 k. O Jazz nos Anos 80 e 90 i. Al Jolson ii. Art Blakey iii. Artie Shaw iv. Art Tatum v. Benny Goodman vi. Betty Carter vii. Bill Evans viii. Billie Holiday ix. Bix Beiderbecke x. Buddy Rich xi. Buddy Tate xii. Cab Calloway xiii. Cal Tjader xiv. Cecil Taylor xv. Charles Mingus xvi. Charlie Christian xvii. Charlie Parker xviii. Chet Baker xix. Chick Corea xx. Coleman Hawkins xxi. Cole Porter xxii. Count Basie xxiii. Dinah Shore xxiv. Dinah Washington xxv. Dizzy Gillespie xxvi. Duke Ellington xxvii. Earl Hines xxviii. Ella Fitzgerald xxix. Brubeck Family xxx. Marsalis Family xxxi. Fletcher Henderson xxxii. Frank Sinatra xxxiii. Gene Krupa xxxiv. George Benson xxxv. Ira & George Gershwin xxxvi. Gil Evans xxxvii. Glenn Miller xxxviii. Herbie Hancock xxxix. Jelly Roll Morton xl. Jimmy e Tommy Dorsey xli. John Coltrane xlii. John Hammond xliii. John McLaughlin xliv. Larry Coryell xlv. Lena Horne xlvi. Lester Young xlvii. Lionel Hampton xlviii. Marylou Williams xlix. Max Roach l. Mel Lewis li. Miles Davis lii. Modern Jazz Quartet liii. Nat King Cole liv. Nina Simone lv. Ornette Coleman lvi. Oscar Peterson lvii. Pat Metheny lviii. Paul Whiteman lix. Red Norvo lx. Sarah Vaughan lxi. Sidney Bechet lxii. Stan Getz lxiii. Thelonious Monk lxiv. Toshiko Akiyoshi lxv. Wayne Shorter lxvi. Woody Herman lxvii. Zoot Sims a. A Era da Country Music e do Folk i. Barbara Mandrell ii. Bob Dylan iii. Carpenters iv. Dolly Parton v. John Denver vi. Johnny Cash vii. Joni Mitchell viii. Kitty Wells ix. LeAnn Rimes x. Neil Young xi. Patsy Cline xii. Roy Orbinson xiii. Simon & Garfunkel xiv. Willie Nelson a. A Era da Soul Music i. Aretha Franklin ii. James Brown iii. Marvin Gaye iv. Otis Redding v. Ray Charles vi. Sam Cooke vii. Smokey Robinson & The Miracles viii. Stevie Wonder ix. The Four Tops x. The Supremes xi. The Temptations a. Anos 50: A Era do Rythm and Blues e do Rock'n Roll b. R&B e Elvis Presley c. A influência do R&B d. O Início e. Rock Around The Clock f. A Febre do Rock i. Alan Freed ii. Bill Halley iii. Buddy Holly iv. Chuck Berry v. Cronologia Elvis Presley vi. Fats Domino vii. Jarry Lee Lewis viii. Little Richard ix. Neil Sedaka x. Paul Anka xi. Ritchie Valens xii. The Platters a. Os Anos 60 b. A Fusão dos Estilos nos Anos 60 c. A Importância da Gravadora Motown d. A Renovação nos Anos 60 i. Alice Cooper ii. Barbra Streisand iii. Black Sabbath iv. Bob Marley v. Cher vi. Chicago vii. David Bowie viii. Eric Clapton ix. Fleetwood Mac x. Frank Zappa xi. Janis Joplin xii. Jethro Tull xiii. Jimi Hendrix xiv. Jimmy Cliff xv. Joan Baez xvi. Led Zeppelin xvii. Michael Jackson xviii. Neil Diamond i. Pink Floyd ii. Rod Stewart iii. The Beach Boys iv. The Beatles v. The Bee Gees vi. The Cream vii. The Doors viii. The Greatful Dead ix. The Rolling Stones x. The Who xi. The Yardbirds xii. Tina Turner xiii. Tom Jones xiv. Van Morrison 9. Os Anos 70 a. A Era Disco i. AC/DC ii. Aerosmith iii. Blondie iv. Bruce Springsteen v. Eagles vi. Elton John vii. Elvis Costello viii. Iron Maiden ix. Kiss x. Peter Frampton xi. Prince xii. Queen xiii. Ramones xiv. Talking Heads xv. The Clash xvi. Van Halen a. Os Anos 80 i. Bon Jovi ii. Chris Isaak iii. Guns n' Roses iv. Jesus & Mary Chain v. Joe Satriani vi. Madonna vii. Metallica viii. Ozzy Osbourne ix. R.E.M. x. Replacements xi. Slayer xii. Sonic Youth xiii. Steve Vai xiv. The Police e Sting xv. The Smiths xvi. U2 xvii. Whitney Houston xviii. Yngwie Malmsteen a. Os Anos 90 i. Alanis Morissette ii. Britney Spears iii. Christina Aguilera iv. Diana Krall v. Jennifer Lopez vi. Marilyn Manson vii.