quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Herói de Niterói, estrela nacional

O ator e escritor Paulo Gustavo é um indiscutível fenômeno nacional. Lançado no final de dezembro, seu filme “Minha Mãe é uma peça 2” já foi visto por 5 milhões de expectadores, a maior bilheteria do país deste então. Aos 38 anos, sua estreia foi em 2004 quando integrou o elenco da peça "Surto". Na ocasião, apresentou a divertida Dona Hermínia, que viria se tornar uma de suas personagens mais conhecidas.

Trabalha em TV, teatro, cinema e graças a uma carreira competente e lapidada com extremo profissionalismo tornou-se uma celebridade. Seu monólogo “Minha Mãe é Uma Peça” que em 2013 foi para os cinemas sendo filme mais assistido no Brasil em 2013. Agora, a sequência da história é um recorde de bilheteria assim como a nova peça, “On line”, em cartaz no Teatro Oi Casa Grande (Rio). Ele já foi indicado ao "Prêmio Shell" de Melhor Ator e se formou na Casa de Arte das Laranjeiras (CAL).

Paulo Gustavo ama Niterói. Niterói ama Paulo Gustavo. De uma família conhecida e muito querida, ele nasceu na cidade e viveu até recentemente, mas sempre que pode faz visitas e é recebido calorosamente pelo enorme público. No segundo filme “Minha Mãe é uma Peça” mais uma vez o ator homenageia Niterói que é o palco onde tudo acontece. Belas imagens aparecem na telona, em especial a tradicional Padaria Beira Mar e o Campo de São Bento e, a todo instante, Paulo Gustavo faz referências a sua cidade.

Um herói local que hoje é estrela nacional. Por onde passa gera aclamação popular, grande audiência e robustas bilheterias. Na TV é um astro de ponta do canal Multishow, os ingressos para as suas peças são disputados a tapas e no cinema as filas não diminuem. Fruto de um trabalho sério, de um profissional dedicado, talentoso, antenado.

Valeu, Paulo Gustavo!