sexta-feira, 28 de julho de 2017

The Who em São Paulo será demais!

Desde que foi criado, em 1964, The Who sequer chegou perto do Brasil e a razão é simples: os empresários daqui achavam que a banda não tem público suficiente para dar lucro estrondoso. Não basta ter lucro. Tem que ser gigantesco. Os empresários que não levaram fé quebraram a cara.

No dia 21 de setembro, a banda vai tocar em Allianz Parque (Estádio Palestra Itália), em São Paulo e a lotação de 55 mil pessoas já está lotada. Neste momento, 16h45m de sexta-feira, dia 28 de julho, resta apenas 1% dos ingressos. Dia 26 o grupo se apresenta em Porto Alegre, com ingressos também esgotados. Detalhes aqui:  https://www.viagogo.com/br/Ingressos-Shows/Rock-e-Pop/The-Who-Ingressos?AffiliateID=49&adposition=1t1&PCID=PSBRGOOCONTHEWB278A2BEFFE-000000&AdID=193203739660&MetroRegionID=431&psc=&psc=&ps=mr-431&ps_p=0&ps_c=126020166&ps_ag=40522361445&ps_tg=kwd-304381530196&ps_ad=193203739660&ps_adp=1t1&ps_fi=&ps_fi=&ps_li=&ps_li=&ps_lp=1001650&ps_n=g&ps_d=c&gclid=Cj0KCQjwwevLBRCGARIsAKnAJvdJWinndZYqhx-zSQBbeu-2V_q7Rr_PzYvqpzbviPUCzV0wr4m4z74aAmGuEALw_wcB

Dia 23, o Who toca no shopping Rock in Rio, abrindo para o arroz de festa Guns & Roses, banda que nada, absolutamente nada tem a ver com o som/estilo/público e tudo mais dos britânicos. Guns & Roses que já esteve aqui oito vezes, sendo a última já apenas sete meses atrás no Engenhão. Mas o Guns é muito popular, tem público, gera muita grana.

O show de São Paulo vai entrar para a história. Para começar, São Paulo dá um banho de civilização em qualquer outra capital brasileira. Mais: o Who vai estar muito bem acompanhado pelo The Cult, que vai abrir seu show. A banda de Pete Townshend vai despejar o lendário peso de seu som num estádio compacto, com uma acústica muito melhor do que a do Rock in Rio. 

Se você não comprou o ingresso, vale tentar. Não deu? Tente os cambistas, vale tudo para assistir a melhor banda de rock em atividade no mundo. Uma passagem de ônibus Rio-São Paulo, por exemplo, custa em torno de R$ 100,00. Pegando meia noite, o magic bus chega a Sampa as seis da manhã. Dá para comer, dar um bom rolé na maravilhosa cidade, ir ao show, dormir nua pousada ali perto do estádio e voltar. Simples.

Confira o setlist:

1.   Set 1 (Tommy)
2.   Overture
3.   It's a Boy
5.   Sparks
7.   Christmas
8.   Cousin Kevin
11.     Fiddle About

12.     Pinball Wizard
13.     There's a Doctor
14.     Go to the Mirror!
16.     Smash the Mirror
17.     Underture
(Followed by a reprise of "It's a Boy")
18.     I'm Free
19.     Miracle Cure
20.     Sensation
21.     Sally Simpson
22.     Welcome
25.     Join Together
26.     Who Are You
27.     Love, Reign O'er Me
28.     Baba O'Riley

Formação original do Who: Pete Townshend (guitarras, violões, vocais), Roger Daltrey (vocais, gaita), John Entwistle (baixo e vocais) e Keith Moon (bateria. Entwistle morreu de cocaína em 2002 e Keith Moon de “over tudo”, em 1978. Perdas irreparáveis. Hoje, na bateria, está o sensacional Zak Starkey (filho de Ringo Starr) e no baixo o detonador Pino Palladino.
Pete Townshend arranjou um emprego para o irmão Simon, que toca uma guitarrinha base, e contratou tecladistas, coro e tudo mais. Preferia só os quatro, mas é isso aí.